MENU
Wallpappers
Humor
Icones
Hardware
Ouvi Dizer...
LINKS UTEIS
DICAS CURTAS

Identificar hardware no Linux

MPlayer: Ler imagem iso de um DVD

O comando shutdown : Desligue, programe, e faça muito mais ...!

Ktimer o temporizador do KDE e não só

Verificação da integridade de arquivos e imagens iso

Backup da MBR

Como instalar fontes Truetype no Linux «Ubuntu »

Agendar tarefas com CRON

COISAS... INTERESSANTES!

A Internet torna as pessoas inteligentes?

Nomes cientificos de alguns dos sistemas operacionais existentes

Fantastic Music

Blogs a mais conteudo a menos..

Ouvi dizer! ... que os numeros nasceram assim...

O Sistema Operativo Linux - Parte VI

O sistema operativo linux - part. VI - As Distros II


 Pagina 10 de 16

 


    Slackware - O velho sabor do linux com perfume a Unix

    A Slackware Linux é a mais antiga e conhecida distribuição GNU/Linux mantida ainda em evidência. Patrick Volkerding, seu criador estabeleceu como objectivo para a distro a simplicidade e a estabilidade, alcançando o padrão de distribuição mais Unix-like do momento ao manter os seus usuários nas camadas de configuração em console de modo texto para uma total personalização do ambiente.

    Se nos Desktop e Laptop a distro não teve obteve sucesso por se manter fiel ao estilo Unix-Like, o mesmo não se pode dizer em relação aos meios académicos e servidores até mesmo profissional. Desta forma, para alem do uso profissional, a distro é considerada também como uma distribuição de nível académico, mantendo uma vasta documentação actualizada em sua raiz, para os usuários que necessitem de maior conhecimento para dominá-lo.

    Fica claro desta forma que a distro é uma distro durona a toda a prova desenvolvida por pessoas espalhadas por todo o mundo organizadas em comunidades e instituições, uma delas (e principal) é a FSF (Free Software Foundation) com seus projectos e licenciamentos GNU LGPL de software livre. Utiliza como cerne do sistema o projecto oficial da Linux Foundation, e o kernel Linux.

    A distribuição considerada conservadora, mantém-se leve e robusta. Em todos os lançamentos das versões estáveis, traz a mesma estrutura de organização e gerenciamento de pacotes. É uma distribuição de alto poder de personalização, contendo todos os pacotes necessários para montar servidores e desktops sem a necessidade de downloads de pacotes adicionais. Eles são oficialmente mantidos para a plataforma Intel x86, AMD x86-64, IBM S/390 e processadores de arquitectura ARM. Sua utilização pode ser aplicada em equipamentos modernos de arquitectura 64 bits, ou até mesmo em equipamentos antigos, com processadores i486 de 32 bits.

    Sendo uma das distros mais velhas ainda no activo é normal que ela dê lugar a muitas outras derivadas, aqui ficam algumas das mais famosas e conhecidas no activo:

    • Austrumi - Distribuição Linux letuva (zona Báltica) desenvolvida por Andreijs Meinerts e outros/as; é um Live CD que se instala temporariamente na memória RAM, deixando, assim, a gaveta do CD/DVD livre para outros usos, (também pode ser instalada no HD).

    • eMoviX - Live CD italiano com peso na execução de multimédia.

    • GoblinX - Live CD brasileiro que instalado converte os pacotes .tgz em módulos .mo.

    • NimbleX - Distribuição Linux romena desenvolvida por Bogdan Radulescu.

    • Slax - Live CD checo desenvolvido por Tomas Matejicek; instalado em HD ou pendrive, nas versões anteriores ao 6.0.0 convertia os pacotes .tgz em módulos .mo. Desde a versão 6.0.0, o comando tgz2lmzconverte os pacotes .tgz em módulos .lmz. Ande existe a possibilidade de converter pacotes dos repositórios do Debian e do Ubuntu em módulos, através do comando deb2lmz.

    • Vector - Distribuição Linux canadense desenvolvida por Robert S. Lange e outros; sugere-se como uma excelente opção para dar uso a equipamentos antigos.

    • Zenwalk - Distribuição Linux desktop francesa desenvolvida por Jean-Philippe Guillemin; é a antiga MiniSlack.

    Aos interessados deixo este manual que tem por nome Trabalho Final da Disciplina de Sistemas Operacionais Linux da autoria dos alunos a quem agradeço esta pérola e desejo as maiores felicidades para o futuro, o meu obrigado por partilharem connosco este manual:

    http://pt.scribd.com/doc/17183325/-Slackware-Manual-Tutorial-Slackware

    • Anne Ingrid
    • Eudes Barbosa
    • Gregory Laborde
    • Wendel Denyson

     

    Até a próxima.

     

    Próxima distro: O SUSE

 

 

ULTIMAS DICAS

Pesquisa no linux com Recooll

Configurar IP fixo no Ubuntu

MySQL - Alterar senha de root no Ubuntu

Crontab rápido e fácil.

K3b: O plugin Mp3 Audio Decoder não foi encontrado

Acedendo a Partições linux a partir do Windows


ULTIMOS ARTIGOS

Escolher uma distro pode ser mais difícil do que se pensa!

Aos que estão a começar...

Particionamento de Discos


MANUAIS

Super manual de comandos linux

Debian: O Sistema Operacional Universal

Aspectos Gerais sobre Linux

Windows no Linux: VirtualBox, VMware e Wine

Manual sobre as portas mais comuns do PC

Manual Instalação Centos 5

Manual Instalação Centos 5.2 e Red Hat 5.2

Ubuntu Guia do Iniciante

Fedora Installation and Quick Star

Manual Virtual Box

Manual do Samba

urpmi Mini Howto

Servidor Web Apache

Servidor de ftp VSFTP

Backups com RSync

Tutorial phpMyAdmin

NX Server System Administrator's Guide

NVU User Guide

ClamAV User Manual

Manual completo HTML

Linux Dicas e Truques