MENU
Wallpappers
Humor
Icones
Hardware
Ouvi Dizer...
LINKS UTEIS
DICAS CURTAS

Identificar hardware no Linux

MPlayer: Ler imagem iso de um DVD

O comando shutdown : Desligue, programe, e faça muito mais ...!

Ktimer o temporizador do KDE e não só

Verificação da integridade de arquivos e imagens iso

Backup da MBR

Como instalar fontes Truetype no Linux «Ubuntu »

Agendar tarefas com CRON

COISAS... INTERESSANTES!

A Internet torna as pessoas inteligentes?

Nomes cientificos de alguns dos sistemas operacionais existentes

Fantastic Music

Blogs a mais conteudo a menos..

Ouvi dizer! ... que os numeros nasceram assim...

O Sistema Operativo Linux - Parte VI

O sistema operativo linux - part. VI - As Distros II


 Pagina 12 de 16

 


    Mandrake - O Rei do desktop doméstico.

     

    O Mandrake não fazendo parte das distros onde tudo começou e tendo começado 4 anos após a criação da Red Hat, não é por isso que deixou de ser uma considerada uma das velhas guardas do linux juntamente com as mais velhas. A distro de origem francesa começou de uma forma modesta, como uma versão modificada do Red Hat 5.1, lançada em julho de 1998, onde a principal modificação foi a inclusão do KDE (ainda na versão 1.0). No entanto a distribuição Mandrake 5.1 Venice conquistou rapidamente um número relativamente grande de usuários e passou a ser desenvolvido de forma independente, com foco na facilidade de uso.

    Gael Duval, co-fundador da Mandrakesoft e mentor da distro defendia como objectivo para o seu Mandrake Linux ser a melhor distribuição linux para o Desktop doméstico, para isso desenvolveu e ajudou a desenvolver durante anos uma serie de ferramentas que fariam o Mandrake Linux ser reconhecido como a melhor distribuição linux para Desktops. Essas ferramentas de configuração de grande qualidade integradas num local unico chamado Centro de Controlo conjuntamente com um ambiente sempre bem polido em todas as versões seriam a chave do sucesso para esta distro no desktop.

    O meu primeiro contacto directo com o linux foi com o Red Hat 7, no entanto foi com o Mandrake 8.1 que eu me consegui familiarizar com o linux, a facilidade de configuração e utilização faziam a diferença para as outras distros. Apesar da versão 8.1 já apresentar um caminho foi com a versão 9.1 e 9.2 que definitivamente houve um salto qualitativo e a distro se afirmou.

    Apesar do sucesso e da consagração, esse sucesso nunca representou estabilidade, nem tecnicamente falando nem comercialmente. Pelo lado comercial, como o objectivo da distro era o desktop doméstico a guerra era com o Windows, logo como todos sabemos hoje a guerra esteva perdida, depois, do lado puramente tecnico a distro teimou sempre por alguma falta de estabilidade, ora porque era do KDE ora por outra razão, o certo é que esta falta de estabelidade comprometia tambem o ingresso da distro nos servidores, terreno para o qual a distro não havia nascido. Como é normal estes problemas refletiam-se nas contas já que se tratava de uma empresa com fins comerciais e por esse motivo a distro foi sofrendo de altos e baixos.

    Em 2005 a Mandrake compra a Conectiva, empresa sediada no Brasil e dessa fusão nasce a Mandriva Linux trocando assim de nome já que havia perdido para a Hearst Corporation um caso em tribunal pela disputa do nome Mandrake.

    A empresa faz actualizações a cada 6 meses da sua distro, tem versões para todos os gostos, inclindo uma Enterprise e com maior ao menor dificuldade a distro sobrevive até 2010 altura em que mais uma vês a empresa sem dinheiro é vendida evitando dessa forma a falência ficando sobre gerência Russa. Neste momento a distro continua activa e o download pode ser feitos a partir dos varios mirrors espalhados por todo o mundo, através da pagina do site da mandriva, no entanto a agonia continua com os rumores da falencia a virem ao de cima.

    Como todas as outras grandes distros o Mandrake ao Mandriva (conforme a epoca) tambem tem os seus derivados, tres delas bem conhecidas, vejamos:

    • Em 2003 Bill Reynolds, um embalador, mais conhecido como Texsta cria um fork do Mandrake e nasce o PCLinuxOS, distro que manteve a base primeiramente Mandrake e depois mais tarde Mandriva até 2010, altura em que resolve partir do zero. Apesar de todos os problemas financeiros a distro está aí, neste momento está em bom nivel (talvês até ao seu melhor nivel), quem quizer dar uma olhada aqui ficam alguns links e manuais de intalação e utilização.
    • Em 2007 e após os ultimos exitos do Mandriva Linux, a distribuição Caixa Magica abandona a base SUSE e adopta a base Mandriva para a sua distro.
    • O ano passado e após os ultimos acontecimentos financeiros que levou a empresa a dispensar mais de metade dos seus funcionarios e a ser vendida, os funcionarios saídos e que representam basicamente a Edge-IT (uma empresa que pertencia à Mandriva SA), dizia eu, resolvem juntos criar uma organização sem fins lucrativos e fundam a Mageia. Este grupo de pessoas explicou que "não querem ser dependentes da economia flutuante e errática, e os inexplicáveis movimentos estratégicos de uma empresa." e deste grupo nasce o ultimo fork linux com nome Mageia 1 lançado a 1 de junho de 2011 com o codenome de Cantine.

    Abaixo ficam alguns links e manuais sobre esta distro:

    http://www.mandriva.com/br/

    Mandriva Linux One 2009 Starter Guide. pdf - (apesar de se tratar da versão 2009 serve para as versões posteriores)

    Mandriva 2009 Spring para usuarios.pdf - (apesar de se tratar da versão 2009 serve para as versões posteriores)

    Algumas das caracteristicas e screenshots da ultima versão.

    A Raínha, essa! anda meio moribunda, (esperam-se noticias boas ao más a qualquer momento), voltará a levantar-se para ocupar os lugares que merece? Vamos ver, só o futuro o dirá.

    Até a próxima.

     

    Próximo tema: O Ubuntu e o seu peso no momento actual.

 

 

ULTIMAS DICAS

Pesquisa no linux com Recooll

Configurar IP fixo no Ubuntu

MySQL - Alterar senha de root no Ubuntu

Crontab rápido e fácil.

K3b: O plugin Mp3 Audio Decoder não foi encontrado

Acedendo a Partições linux a partir do Windows


ULTIMOS ARTIGOS

Escolher uma distro pode ser mais difícil do que se pensa!

Aos que estão a começar...

Particionamento de Discos


MANUAIS

Super manual de comandos linux

Debian: O Sistema Operacional Universal

Aspectos Gerais sobre Linux

Windows no Linux: VirtualBox, VMware e Wine

Manual sobre as portas mais comuns do PC

Manual Instalação Centos 5

Manual Instalação Centos 5.2 e Red Hat 5.2

Ubuntu Guia do Iniciante

Fedora Installation and Quick Star

Manual Virtual Box

Manual do Samba

urpmi Mini Howto

Servidor Web Apache

Servidor de ftp VSFTP

Backups com RSync

Tutorial phpMyAdmin

NX Server System Administrator's Guide

NVU User Guide

ClamAV User Manual

Manual completo HTML

Linux Dicas e Truques